Você está na categoria Economia e negócios

Microempresa cearense Fábrica dos Sonhos é uma das vencedoras do Desafio de Inovação da Serasa Experian e conquista R$ 25 mil

Desafio foi criado para incentivar, reconhecer e alavancar os negócios dos pequenos empreendedores durante a pandemia. No total, foram distribuídos R$ 500 mil para 20 empreendedores brasileiros que apresentaram os melhores projetos

Ceará, 13 de abril de 2021 – A papelaria cearense Fábrica dos Sonhos conquistou o prêmio de R$ 25 mil ao ser uma das vencedoras do Desafio de Inovação da Serasa Experian. Luísa Guerra, dona da microempresa, pretende utilizar o recurso para implementar novos projetos ligados ao seu negócio, além de gerar novos postos de trabalho, com a expectativa de contratar até três funcionários. Leia Mais

Delivery tecnológico torna restaurantes mais resilientes frente às medidas restritivas

Sistemas racionalizam cardápios e controle do custo de mercadorias, proporcionando sustentabilidade financeira e qualidade dos serviços.

 

Medidas restritivas e até lockdown adotados para diminuir a circulação do novo coronavírus estão novamente fazendo parte da realidade do Brasil. Para um dos setores mais impactados, o food service (restaurantes, lanchonetes, bares e similares), as soluções em tecnologia da informação estão se mostrando como aliadas para a manutenção das atividades nestes tempos difíceis. Leia Mais

Hapvida e Intermédica: fusão de R$ 120 bilhões

A nova empresa terá quase 13 milhões de clientes e um receita de mais de 18 bilhões com um Ebitda, de R$ 3,6 bilhões.

A história do Hapvida Saúde vem de 1979, quando o médico oncologista Cândido Pinheiro de Lima começou a realizar um grande sonho: o Hospital Antonio Prudente.

Mais um negócio de vulto envolvendo uma empresa cearense.  Hapvida e NotreDame Intermédica  unem-se e tornam-se uma gigante mundial no ramo de plano de saúde.

As duas empresas divulgaram Fato Relevante, oficializando o Acordo por meio do qual juntarão seus negócios. A nova empresa que surgirá será uma das maiores da Bolsa B3, com valor de R$ 120 bilhões. Leia Mais

A saída da Ford do Brasil : Seus efeitos para a economia podem chegar a perda de quase 119 mil empregos

Os números apresentados pelo Dieese são assustadores mesmo sem pandemia imagine com pandemia!

Com saída da centenária empresa do Brasil no mês passado
mais de 5.000 pessoas perderam seus empregos.

Cálculos feitos pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico (Dieese) estimam que a saída da Ford do Brasil pode impacta na perda de quase  119.000 empregos se somando diretos, indiretos e induzidos — o que representa uma perda de massa salarial da ordem de R$ 2,5 bilhões ao ano. Leia Mais