Sunday, 21/7/2024 | 8:33 UTC-3

Como conquistar um bom emprego após os 50 anos

Os profissionais com mais de 50 anos, em geral, podem se sentir desestimulados para procurar uma vaga de trabalho. Mas não é preciso desanimar. Apesar da existência de obstáculos pelo caminho, o fato é que as empresas estão começando a enxergar as vantagens de se contratar pessoas mais experientes.

Esse é o caso de companhias como PepsiCo, Credicard, Deloitte, Kimberly Clark e Banco Neon, que estão desenvolvendo programas para aumentar a diversidade etárias em suas equipes.

“O fenômeno está ocorrendo porque é notório que equipes intergeracionais, isto é, que incluem pessoas de idades variadas, são normalmente mais produtivas e têm a criatividade aflorada”, explica Aliesh Costa, CEO da Carpediem RH.

“Além disso, os profissionais com mais de 50 anos têm a seu favor habilidades como empatia, colaboração, engajamento, organização, comunicação, lealdade, flexibilidade, senso de urgência e resiliência”, afirma a especialista. “São as chamadas soft skills, bastante desejáveis pelas organizações e nem sempre encontradas nos mais novos”, completa a CEO.

E ainda, segundo a consultora, estas pessoas têm uma bagagem de contatos e de experiências que agrega bastante para as empresas.

Portanto, mesmo quem é 50+ deve continuar sua busca por uma oportunidade de emprego, sem medo. Confira, a seguir, as dicas de Aliesh Costa para se conquistar uma boa vaga nessa faixa etária:

  1. Capriche no currículo: o primeiro passo para o sucesso na procura por um trabalho é deixar o CV atualizado, mostrando tudo que você tem para oferecer. “Profissionais com mais de 50 anos carregam consigo muitas experiências e conhecimentos e devem se orgulhar disso. Portanto, considere o documento como uma vitrine para a sua carreira e conquistas laborais”, diz a CEO.
  2. Mantenha-se atualizado:  atualmente, é imprescindível estar em constante aprimoramento,  seja investindo na sua formação ou frequentando palestras e eventos corporativos e isso vale para todas as faixas etárias. “É fundamental sempre se manter atualizado não somente na sua área de atuação como também em outras, afinal, é importante que a pessoa tenha em mente a possibilidade de se reinventar porque, assim, também aumentam as suas chances no mercado”, explica a CEO da Carpediem RH.
  3. Faça networking: conhecendo pessoas e trocando informações, ficará bem mais fácil conseguir um novo emprego. É interessante se manter ativo nas mídias sociais e, também, mapear e frequentar os eventos do setor de interesse. “O networking é fundamental não só para conseguir uma indicação, mas também para entender, por meio dos seus contatos, o que está se passando no segmento de interesse e quais são as principais demandas das empresas”, afirma a especialista.
  4. Foque nas organizações certas: é fundamental que pessoas 50+ procurem por empresas que sejam aderentes às suas habilidades e experiências profissionais. “Cada vez é mais comum que companhias tenham como pilar da sua cultura organizacional a inclusão de talentos com mais de 50 anos. Essas empresas são, assim, o alvo perfeito para quem busca se reposicionar no mercado nesta fase da vida”, aconselha a CEO.
  5. Utilize todas as ferramentas disponíveis: estar por dentro das redes sociais e do mundo digital é outra dica importante para conseguir uma vaga de emprego. “Procurar por oportunidades  online, usar o Linkedin para fazer networking e, até mesmo, criar um portfólio digital são pequenas ações que, com certeza, já aumentam bastante as suas chances de conquistar uma vaga”, diz a especialista.
Sobre a Carpediem RH: sob o comando da CEO Aliesh Costa e do CFO Marcelo Farias, a Carpediem RH é uma das maiores empresas de RH do país e a consultoria pioneira no processo 100% digital. Com sede em São Paulo e filial em Guarulhos, a empresa dispõe de atendimento em todo o território nacional. A empresa oferece soluções completas em Recursos Humanos e celebra 13 anos de existência. Entre os serviços oferecidos estão recrutamento e seleção; gestão de colaboradores temporários, terceirizados, intermitentes e CLT (efetivos); pesquisa de clima e diagnóstico organizacional; avaliação psicológica e de desempenho; processo de integração; desenvolvimento de plano de cargos e salários; recrutamento e seleção de pessoas com deficiência (PCD’s); desenvolvimento e implementação de programas de diversidade, equidade e inclusão (DE&I); treinamentos nas áreas de carreiras e empreendedorismo; executive search; coaching; hunting e implantação de Recursos Humanos. Saiba mais em: https://www.carpediemconsultoria.com/ Instagram: @consultoriacarpediem
Linkedin: https://www.linkedin.com/company/carpediem-consultoria
Facebook: https://www.facebook.com/carpediemrh/
Informações para a imprensa: Key Press Comunicação
About

O site Falando de Gestão tem a missão de produzir conteúdo capaz de despertar Insights positivos nos leitores.

POST YOUR COMMENTS

Your email address will not be published. Required fields are marked *

+ Artigos