Falando de Gestão

7 dicas para contratação efetiva de vendedores temporários para o varejo no fim do ano

As datas sazonais pautam as estratégias de vendas do comércio varejista no Brasil. Todos os anos, as festividades de final de ano representam um impacto significativo na economia nacional e o varejo cria um plano de atuação com aumento da equipe de vendas e horário comercial expandido.

A Confederação Nacional do Comércio prevê a abertura de 110 mil vagas para trabalhadores temporários ao redor do país para o período, o que representa a maior projeção em uma década.

Para que a crescente demanda por mão de obra temporária, especialmente no fim do ano, não seja vista como uma mera formalidade, mas sim como uma oportunidade estratégica para impulsionar as vendas e melhorar a experiência do cliente, a especialista em treinamento de vendas e fundadora da Mardegan Transformation and Results, Flavia Mardegan, seleciona algumas dicas cruciais para as equipes de vendas:

– Integração: a base de tudo

O primeiro passo fundamental ao contratar vendedores temporários é garantir que eles se sintam acolhidos e integrados à cultura da empresa. Muitas vezes esses trabalhadores são simplesmente jogados na linha de frente de vendas sem qualquer preparo adequado. Isso é um erro que pode prejudicar a reputação da empresa e afetar a experiência do cliente.

É essencial definir claramente o perfil de contratação, identificando as habilidades e competências técnicas necessárias para desempenhar a função de vendedor. Além disso, os contratados devem ser submetidos a um processo de integração, onde a cultura da empresa, as expectativas e as atividades que precisam ser desempenhadas são apresentadas de forma clara.

– Visão de Carreira e Motivação

Os vendedores temporários também devem ser incentivados a enxergar a contratação temporária como uma possibilidade de desenvolvimento de carreira dentro da empresa. Se eles não enxergarem uma perspectiva de crescimento, é mais provável que entreguem apenas o mínimo em seu trabalho. Portanto, é fundamental motivar e cuidar da receptividade desses profissionais, fazendo com que se sintam valorizados e parte essencial do time.

– Preparação da equipe atual

Além de treinar os novos contratados, é igualmente importante preparar a equipe atual para receber os novos membros. Isso envolve esclarecer como a equipe atual deve interagir com os temporários e quais são os processos de integração, também conhecidos como onboarding. Se a equipe atual não estiver preparada para receber os temporários, isso pode levar a conflitos internos, inseguranças e queda no desempenho das vendas.

– Capacidade de tocar o coração do cliente

O que diferencia um vendedor eficaz é sua capacidade de tocar o coração das pessoas. Se um vendedor não se sente acolhido e valorizado pela empresa, ele terá dificuldade em criar um vínculo com os clientes. Portanto, não importa que sejam temporários, todos os vendedores desempenham um papel vital na construção de relacionamentos com os clientes.

– Treinamento e planejamento antecipados

É crucial que o treinamento e o planejamento da equipe temporária de vendas ocorram bem antes do período de alta demanda, como o fim do ano. Deixar essa preparação para dezembro é um erro que pode custar caro, pois clientes mal atendidos devido à falta de treinamento podem nunca mais voltar.

– Dimensionamento inteligente de equipe

Colocar mais pessoas na equipe de vendas nem sempre melhora o processo, especialmente no varejo, onde a experiência do cliente é fundamental. É essencial dimensionar a equipe adequadamente, prevendo intervalos de descanso para que a equipe continue a produzir de maneira eficaz.

– A troca como oportunidade

O dimensionamento da equipe de vendas também afeta o pós-vendas em janeiro, por exemplo. Ao planejar adequadamente, as empresas podem aproveitar a temporada de trocas para realizar vendas adicionais e aumentar o ticket médio.

Em resumo, a contratação de vendedores temporários não deve ser vista como um mero processo de preenchimento de vagas. É uma oportunidade estratégica para impulsionar as vendas e melhorar a experiência do cliente. Investir em treinamento, integração e motivação é fundamental para o sucesso destes profissionais, independentemente de seu status de emprego temporário. A preparação antecipada e o dimensionamento inteligente da equipe são chaves para maximizar o desempenho e a satisfação do cliente.

*Flavia Mardegan é especialista em vendas, atendimento ao cliente, negociação, reestruturação empresarial e planejamento estratégico comercial, bem como em treinamento e desenvolvimento de competências e habilidades de equipes comerciais e técnicas com mais de 27 anos de atuação e 20.000 de pessoas impactadas com seu trabalho. Saiba mais em: www.mardegantr.com

About

O site Falando de Gestão tem a missão de produzir conteúdo capaz de despertar Insights positivos nos leitores.

POST YOUR COMMENTS

Your email address will not be published. Required fields are marked *