Falando de Gestão

Quatro passos essenciais para garantir uma boa experiência durante o processo de recrutamento

De acordo com Alisson Souza, CEO da abler, empresas devem ter uma boa página de carreira, planejar, facilitar a candidatura e oferecer feedbacks

Alisson Souza é CEO da abler

Alisson Souza é CEO da abler

O processo de recrutamento e seleção é de extrema importância para a empresa, mas é necessário que os recrutadores se lembrem de que toda a experiência do candidato, durante esse procedimento, gera impactos na sua percepção da marca e até na retenção do talento após a contratação.

De acordo com Alisson Souza, CEO da abler, startup que tem o propósito de trazer facilidade na gestão dos processos seletivos, existem algumas práticas que auxiliam na boa experiência de candidatos no processo de recrutamento. “O primeiro passo é que a empresa tenha uma boa página de carreira, porque ela é a porta de entrada do candidato para ter conhecimento sobre a companhia. É importante ser transparente, falar sobre a cultura da empresa e fazer com que o candidato se identifique com o fit cultural da companhia”, relata.

O segundo passo é ter um planejamento para o processo de recrutamento e seleção. “Justamente porque ao antecipar como o procedimento funciona, a chance de fechar uma boa contratação fica ainda maior. Além disso, é importante que os anúncios de vagas estejam bem escritos, com informações claras e transparentes sobre os comportamentos desejados, requisitos técnicos, falar sobre a cultura da empresa, informar os benefícios oferecidos e o salário. É necessário ter um anúncio que forneça o máximo de informações, facilitando para que o candidato se identifique com a oportunidade”, pontua o CEO.

Para Alisson, o terceiro ponto de atenção é a facilidade na hora de enviar a candidatura. “As pessoas estão cansadas de formulários longos e complexos para o preenchimento de um currículo que eles já escreveram, e isso aumenta o número de desistências. Devemos proporcionar uma dinâmica mais facilitada, formulários curtos e objetivos, apenas com as informações que são realmente necessárias”, alerta.

Oferecer feedbacks personalizados é o quarto item indispensável, para impactar positivamente as pessoas candidatas. “Se um indivíduo for desclassificado, é válido ser transparente e explicar os motivos. Por outro lado, se alguém passou para a próxima etapa ou foi escolhido para a vaga, também é necessário explicar o porquê dessa escolha”, revela.

O setor de RH tem um papel fundamental para uma melhor experiência do candidato no processo seletivo, e isso começa desde a primeira abordagem. “Isso porque é esse departamento que vai planejar as vagas em conjunto com os gestores, se encarregando do papel de colocar o candidato no centro do processo, proporcionando uma boa experiência”, relata o CEO.

Quando um candidato passa por uma experiência ruim no processo de recrutamento e seleção, a empresa pode ser impactada de diversas maneiras. “O principal ponto notável é a desistência, especialmente em vagas em que os cargos são muito concorridos, como na área de tecnologia, sendo que a má experiência pode ser a grande vilã. Além disso, um procedimento de seleção ruim pode trazer impactos diretos para a marca da empresa, com os colaboradores vendo a companhia com negatividade”, pontua.

O sistema da abler oferece algumas vantagens para que os usuários contem com a melhor experiência possível ao buscar uma vaga de emprego. “Nós somos o único ATS que proporciona um suporte ao candidato. Então, sempre que houver alguma dúvida, ele poderá recorrer a esse serviço. Também contamos com inúmeras ferramentas de candidatura facilitada, oferecendo várias formas para que alguém se candidate dentro da abler. Prezamos que a ferramenta tenha um ambiente transparente sobre cada processo seletivo, garantindo que os talentos saibam exatamente para que tipo de trabalhos eles estão se candidatando, diminuindo as chances de uma experiência indesejada”, finaliza Alisson.

Sobre Alisson Souza

Trabalha há 15 anos no mercado de Tecnologia, sendo os oito últimos no mercado de Recrutamento e Seleção, onde foi Gestor de Tecnologia da Informação em uma das maiores consultorias de Recrutamento e Seleção do Brasil. Pós-graduado em Startups e Future Management pela HSM University, é apaixonado por inovação, negócios digitais e R&S. No final de 2017 cofundou a abler, plataforma para Recrutamento e Seleção (SaaS – ATS) 100% focada no aumento de produtividade e consequentemente na redução do tempo de fechamento das vagas. Neste negócio já auxiliou mais de 300 clientes a fechar 55 mil vagas na média, em 15 dias.

Sobre a abler

Por quase dez anos, os fundadores atuaram no setor de recursos humanos. Essa bagagem trouxe experiências, vivências e principalmente, um olhar tecnológico sobre as dores do setor. No ano de 2016, a inconformidade com as necessidades da área de RH os impulsionou a iniciar a criação da abler, desenhando um software de recrutamento e seleção olhando para as maiores dores da área. Nestes quatro anos, a abler já conquistou mais de 300 clientes por todo o Brasil e mais de 80 mil vagas já foram fechadas através da plataforma, conquistando um tempo médio de 15 dias para o fechamento de vagas. Hoje, o software disponibiliza um banco de talentos mais completo, sendo mais de 4,5 milhões de profissionais cadastrados.

Fonte: Carolina Lara

About

O site Falando de Gestão tem a missão de produzir conteúdo capaz de despertar Insights positivos nos leitores.

POST YOUR COMMENTS

Your email address will not be published. Required fields are marked *