Falando de Gestão

Vivara é condenada por critérios sexistas na seleção de funcionárias

Notícias Falando de Gestão

São Paulo, maio de 2024 – A rede de comércio de joias Vivara foi condenada a pagar indenização de R$ 10 mil para uma ex-analista de recrutamento e seleção por adotar critérios sexistas para escolher funcionárias. Conforme o processo que tramita na 8ª Vara de Trabalho de São Paulo, o fundador da varejista exigia mulheres de cabelos longos e lisos, magras, sem tatuagem ou piercing, entre outros critérios estéticos.

A ex-funcionária da rede alega que o empresário adotava o requisito de exclusividade feminina para evitar que as colaboradoras tivessem relacionamentos amorosos no trabalho e engravidassem.

A juíza da sentença, Yara Campos Souto, avaliou que o caso revela comportamento machista e discriminatório, já que ocorria a exigência de um padrão de beleza e a objetificação do corpo feminino.

A decisão representa um avanço na luta contra a discriminação de gênero no mercado de trabalho e reforça a importância de respeitar a diversidade e a igualdade de oportunidades.

Banner
Tags:
About

O site Falando de Gestão tem a missão de produzir conteúdo capaz de despertar Insights positivos nos leitores.

POST YOUR COMMENTS

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fale com a gente Nossos contatos

Email: atendimento@falandodegestao.com.br

Phone: 85 98568-1058

Address: Fortaleza -Ceará

WhatsApp

WhatsApp

Atenção!

Falando de Gestão