Falando de Gestão

Languidez: estado emocional entre entusiasmo e depressão

Por Pedro Paulo Morales

Muito tem se falado em saúde mental nos últimos dois anos. Uma pesquisa recente realizada no Brasil apontou que cerca de 11,3 %dos brasileiros foram diagnosticados com depressão e a doença atinge mais as mulheres do que os homens.

Os sinais de depressão mais frequentes são: alterações no humor como ansiedade excessiva; perda de interesse na vida; pensamentos suicidas; dores musculares; alterações de comportamento entre outros. Esses sintomas são mais fácies de perceber no dia a dia e muitas vezes fazem com que as pessoas procurem ajuda.

Porém, existe um estado emocional que vem tendo aumento de casos no Brasil e no mundo que é o estado de Languidez.

Podemos definir o estado de languidez como sendo estado emocional onde a pessoa não tem proposito de vida, ou seja, é um estado onde para a pessoa tudo é igual o tempo todo, não há nem prazer em viver e nem vontade de ficar parado sem fazer nada, o propósito é apenas viver como se fosse um vegetal.

É natural que tenhamos momentos entusiasmos e desanimo, afinal a vida não é feita somente de flores! O estado emocional de Languidez pode ser identificado quando percebemos que estamos perdendo o interesse por coisas que gostávamos de fazer como, por exemplo, jogar bola toda a semana com os amigos, sair para se divertir ou simplesmente fazer coisas simples como se levantar da cama.

Outros sintomas podem ser passar horas nas redes sociais e não lembrar do que viu ou leu, entrar em uma loja e não lembrar do vendedor ou o que comprou ou simplesmente ir para o trabalho e não lembrar o caminho. Esse estado emocional também pode levar a pessoa a sentir uma desconexão com o próprio corpo, ou seja, não percebemos que precisamos tomar banho, nos alimentar e até descansar.

Segundo especialista no assunto o estado de Languidez pode ser usado por algum tempo quando temos incertezas do que vai acontecer, uma espécie de piloto automático para atravessar períodos em que o melhor a fazer é não fazer nada. Porém, esse estado não pode permanecer por muito tempo porque ninguém pode viver sem um propósito de vida, sem metas.

Se você se identificou com uma dessas situações é preciso ficar alerta, tente buscar motivação para voltar a fazer o que você fazia antes busque a ajuda da família, dos amigos, do seu líder ou conforme o caso de um profissional da saúde.

O grande perigo de continuar nesse estado emocional é que ele possa evoluir para algo mais sério, como a depressão. Na vida, nem todos os dias são floridos, mas também esses dias não precisam ser como um jardim cinzento.

Vamos refletir e sucesso!

About

A proposta do Site Falando de Gestão é criar um espaço para que os leitores possam ter a disposição um espaço de discussão e aprendizado sobre assuntos ligados a gestão, comportamento humano e inovação.

POST YOUR COMMENTS

Your email address will not be published. Required fields are marked *