Sobre pensar e ter pensamentos

Pedro Paulo Morales - Editor do Blog

Pedro Paulo Morales – Editor do Blog

As vezes um pensamento vem a cabeça de uma hora para outra, de modo aleatório sem que se saiba de onde veio e começa a trazer dúvidas sobre nossos planos ou até mesmo medo. Esse tipo de pensamento é conhecido com pensamento intrusivo ou simplesmente “pensamento invasor”.

Os pensamentos intrusivos são aqueles que quando aparecem costumam causar pânico e medo, são pensamentos que podem começar com um simples “Será que vai dar certo?” e terminar em pensamentos limitantes, aqueles que geram medo, ansiedade e infelicidade.

Isso acontece porque existe uma grande diferença entre pensar e “ter pensamentos”. Pensar é um processo controlado, que segue um padrão organizado, costumam ser reflexivos corregendo com ele uma serie de análises e perguntas. Já os pensamentos Intrusivos ou “invasores” são aqueles pensamentos que se instalam em nossa mente como um vírus mental e começam a fazer mutações até começarem a controlar a nossa vida trazendo muitas vezes transtornos comportamentais como ansiedades, fobias e pânico.

Deste modo é muito importante que não permitimos que os maus pensamentos se instalem em nossa e se desenvolvam ganhando poderes sobre o que somos, fazemos ou até mesmo planejamos pois todos sabem que os pensamentos positivos podem transformar nossa vida.

Concluindo a principal diferença entre pensar e “ter pensamentos” é que pensar é um processo mais lento e reflexivo, onde as pessoas buscam alternativas e examinam os prós e contras das situações.

O processo de “ter pensamentos” é desordenado como se fosse uma tempestade de ideias que se não forem organizadas podem causar estragos.

Quero deixar uma frase do escritor Napoleon Hill para reflexão “Se você pensa que é um derrotado, você será derrotado”

Sucesso!

Comments are closed.