Thursday, 25/7/2024 | 3:21 UTC-3
Falando de Gestão

Empreendedor social: investindo no futuro com propósito

Gerardo Wisosky*

Nos últimos anos, temos testemunhado um movimento crescente de empreendedores que não apenas buscam o sucesso financeiro, mas também têm um compromisso profundo com a mudança social. Estes são os empreendedores sociais, indivíduos visionários que desenvolvem negócios inovadores com o objetivo de resolver problemas sociais e ambientais urgentes. O fenômeno, conhecido como empreendedorismo social, está se tornando uma força poderosa na construção de um mundo mais justo e sustentável.

Mas o que exatamente é empreendedorismo social? Em sua essência, trata-se de aplicar os princípios do empreendedorismo tradicional para resolver questões sociais complexas. Estas pessoas identificam problemas em suas comunidades e desenvolvem soluções criativas e viáveis para enfrentá-los. Seja fornecendo acesso a educação de qualidade, melhorando o acesso à saúde, ou protegendo o meio ambiente, os empreendedores sociais estão na vanguarda da inovação no terceiro setor.

No Brasil e no mundo, os negócios sociais têm movimentado bilhões de dólares. Segundo a Ande (Aspen Network of Development Entrepreneurs), essas empresas movimentaram cerca de US$ 60 bilhões globalmente e registraram um aumento anual de aproximadamente 7%.

E um aspecto fundamental do empreendedorismo social é o papel dos investidores. Esses indivíduos e organizações desempenham um papel essencial ao fornecer capital inicial e apoio financeiro contínuo. Ao contrário dos investidores tradicionais, cujo principal objetivo é o retorno financeiro, os investidores sociais estão motivados pela perspectiva de gerar impacto positivo na sociedade.

Estudo da Global Impact Investing Network revela que o mercado global de impacto social atingiu US$ 715 bilhões em 2020, com projeção de crescimento para US$ 1,26 trilhão até 2030.

No Brasil, especificamente, tenho visto um aumento no número de investidores sociais e no volume de capital disponível para empreendimentos com impacto social. Este crescimento é um testemunho do reconhecimento crescente do potencial do empreendedorismo social para gerar mudanças significativas na sociedade.

Além disso, o perfil dos investidores em empreendedorismo social está evoluindo. Não se trata apenas de filantropos ou organizações sem fins lucrativos: cada vez mais, empresas e investidores tradicionais estão reconhecendo a importância de integrar considerações sociais e ambientais em suas estratégias de investimento. Este movimento reflete uma mudança mais ampla em direção a um modelo de negócios mais consciente e sustentável.

Um caso inspirador desse tipo de investimento é a história da APDIF (@apdfi.comautism), uma empresa que desenvolve soluções inovadoras para autistas. Ao investir nesse empreendimento, os financiadores não apenas têm a oportunidade de obter retornos financeiros sólidos, mas também de fazer parte de uma iniciativa que está fazendo uma diferença real na vida das pessoas. É um exemplo poderoso de como o empreendedorismo social pode criar valor não apenas para os acionistas, mas também para a sociedade como um todo.

O empreendedorismo social representa uma nova maneira de fazer negócios, uma que coloca o propósito no centro de tudo. Investir em impacto social é uma oportunidade única de fazer a diferença na vida das pessoas e construir um futuro melhor para todos.

É hora de reconhecer o poder transformador do empreendedorismo social e apoiar aqueles que estão liderando o caminho para um futuro mais brilhante e mais justo para todos!

*por Gerardo Wisosky, CEO e fundador da Socium Partner Group e fundador da Aprendizaje Diferente. Mais informações no link

Banner
About

O site Falando de Gestão tem a missão de produzir conteúdo capaz de despertar Insights positivos nos leitores.

POST YOUR COMMENTS

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fale com a gente Nossos contatos

Email: atendimento@falandodegestao.com.br

Phone: 85 98568-1058

Address: Fortaleza -Ceará

+ Artigos