Thursday, 25/7/2024 | 3:31 UTC-3
Falando de Gestão

Mudança de carreira requer coragem e planejamento

O desejo pode acontecer por insatisfação profissional, dificuldades no mercado de trabalho, vontade de desenvolver novas habilidades

Muitas vezes, as pessoas seguem uma carreira pelas circunstâncias. Em outras, o amadurecimento pessoal e profissional pode trazer a certeza: não é isso o que eu quero fazer na vida! Em qualquer situação, é possível virar o jogo e seguir o caminho do coração. Porém, mudar de carreira não é uma decisão fácil. Requer coragem e planejamento.

“Construir uma trajetória de êxito não é simples nem fácil. É preciso muita cautela, planejamento e, sobretudo, ação. Caso se sinta “perdido” em sua carreira, é hora de parar, refletir e desenhar novos caminhos”, destaca o CEO, board advisor e headhunter da Prime Talent Executive Search, empresa de busca e seleção de executivos, David Braga. Ele enfatiza que é essencial o profissional assumir o controle de suas atitudes e consequentemente o direcionamento necessário para os próximos passos. “Mudar de profissão tem sido um movimento cada vez mais natural e possível. No entanto, para isso, é fundamental se preparar”.

Para trocar de carreira, o primeiro ponto, como destaca o executivo, é conferir a reserva financeira. Afinal de contas, se o profissional não estiver preparado nesse aspecto, como bancar uma redução salarial no primeiro momento, por exemplo? Depois aparece a flexibilidade, uma vez que, talvez, tenha que dar alguns passos para trás para trocar de ocupação. “Mudanças menos bruscas – para áreas das quais o profissional já tenha algum conhecimento ou experiência – podem ser melhores para não se “começar do zero”.

Importante refletir ainda o que se quer para a carreira daqui a três ou cinco anos. Quais aprendizados pretende adquirir daqui para frente? “Se quer mudar de atividade é preciso compreender esse cenário e ter as suas metas desenhadas de forma muito clara. A troca de carreira não te prejudica, se for bem estruturada e tiver objetivos”, diz Braga. E mesmo que você tenha talento para a nova profissão é necessário avaliar a demanda do mercado e, eventualmente, definir etapas intermediárias para implementar o novo rumo.

Portanto, buscar novos conhecimentos, manter ativo o seu networking, além de avaliar o mercado e as tendências, são primordiais. E não se esqueça de que autoconhecimento é uma competência fundamental para uma mudança de carreira. Isso significa que você deve se conhecer e mapear quais são os seus pontos fortes, fracos e o que é preciso desenvolver melhor. Com isso, será possível entender as chances de sucesso em sua nova empreitada. Tente também contar com uma ajuda profissional para orientá-lo nesse processo.

David Braga – CEO, board advisor e headhunter da Prime Talent, empresa de busca e seleção de executivos, presente em 30 países pela Agilium Group; É Conselheiro de Administração e Professor convidado pela Fundação Dom Cabral e Conselheiro da ABRH MG, ACMinas e ChildFund Brasil. Instagrams: @davidbraga | @prime.talent

 

Banner
About

O site Falando de Gestão tem a missão de produzir conteúdo capaz de despertar Insights positivos nos leitores.

POST YOUR COMMENTS

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fale com a gente Nossos contatos

Email: atendimento@falandodegestao.com.br

Phone: 85 98568-1058

Address: Fortaleza -Ceará