Falando de Gestão

Cinco cuidados que os candidatos a emprego devem ter com as redes sociais

Bruno Rizzato, do Trampolim, alerta que perfis online são como cartões de visita para os recrutadores e podem virar obstáculos na busca por oportunidades

Antes, ao selecionar candidatos a uma vaga de emprego, o recrutador tinha poucas ferramentas à mão para embasar a sua escolha. Muitas vezes, o processo se resumia a análise de currículo seguida por uma entrevista presencial.

De alguns anos para cá, o avanço da tecnologia trouxe facilidades para candidatos e recrutadores, como apps de vagas de emprego, portfólios online e entrevistas virtuais. Em meio a tantas inovações positivas, no entanto, as redes sociais podem ser armadilhas. 

“Hoje, muitos recrutadores conferem o perfil dos candidatos antes da entrevista, ele funciona como uma vitrine, criando assim uma primeira impressão. Os profissionais de RH buscam saber as preferências dos candidatos, a forma como se relacionam com outras pessoas e suas atividades diárias”, explica Bruno Rizzato, diretor do app de empregos Trampolim.

Segundo o executivo, para quem está no mercado de trabalho, a postura nas redes sociais deve estar alinhada com a postura no dia a dia, sempre com respeito, responsabilidade e, de preferência, sem polêmicas.

Para vagas de emprego que requerem contato com o público, demonstrar impaciência e agressividade nas redes sociais pode ser uma armadilha. “Neste caso, a pessoa poderia até mesmo usar as redes em seu favor, postando vídeos exaltando suas soft skills e outras habilidades”, complementa Rizzato.

A cada minuto, 347 mil novos stories são postados no Instagram, 147 mil fotos são publicadas no Facebook e 41 milhões de mensagens são trocadas no WhatsApp, segundo o infográfico Data Never Sleeps de 2020. Pensando nisso, Bruno Rizzato, do Trampolim, lista alguns cuidados que devem ser adotados pelos candidatos nas redes sociais:

1 – Rede social não é diário

Ao postar, tenha cuidado com certos conteúdos. Reclamações online, por exemplo, podem resultar em demissões. Essas publicações podem ser vistas de forma negativa pelos recrutadores.

2 – Não espalhe fake news

Na dúvida sobre a veracidade de uma informação, não publique. Não faça comentários preconceituosos e evite polêmicas. Seja respeitoso em suas publicações, a internet não é terra de ninguém.

3 – Cuidado com o que posta   

Quando feitas de forma pública, suas publicações podem ser vistas por qualquer pessoa. Cuidado, principalmente, com fotos. Caso considere necessário, mantenha seu perfil privado só para amigos e pessoas de sua confiança.

4 – Cuidado com a má interpretação

Evite publicações com duplo sentido. Elas podem ser mal interpretadas. Sempre releia o conteúdo antes de publicá-lo e, se necessário, reescrever seus textos de forma mais clara e objetiva, evitando polêmicas.

5 – Redes sociais para vagas de emprego

Em redes sociais e sites focados em empregos, mantenha uma comunicação adequada. Não use palavrões, gírias e evite erros de português. Principalmente, não minta. Suas habilidades serão cobradas no futuro.

Sobre o App Trampolim

O Trampolim é o primeiro aplicativo colaborativo de empregos, no qual os próprios usuários compartilham vagas e oportunidades de pequenos estabelecimentos, lojas de bairro e serviços que normalmente são divulgadas na vitrine/porta dos estabelecimentos e não são publicadas em sites tradicionais de emprego.

Fonte: FB Imprensa

About

A proposta do Site Falando de Gestão é criar um espaço para que os leitores possam ter a disposição um espaço de discussão e aprendizado sobre assuntos ligados a gestão, comportamento humano e inovação.

POST YOUR COMMENTS

Your email address will not be published. Required fields are marked *