Sunday, 21/7/2024 | 6:51 UTC-3

FatFire: se aposentar cedo é uma boa opção?

Por Jordano Rischter

Já pensou em se aposentar por volta dos 30 ou 40 anos? Esse vem sendo o desejo de cada vez mais profissionais ao redor do mundo, direcionando 100% dos seus esforços no trabalho para conquistar sua estabilidade financeira o quanto antes. O FatFire, como ficou conhecido esse movimento, vem levantando questionamentos sobre sua real eficácia e vantagens proporcionadas, assim como o que é preciso para atingir esta meta. De fato, muitos conseguem se aposentar jovens e com boas reservas econômicas – mas, para isso, muitos cuidados devem ser tomados para evitar desequilíbrios e imprevistos.

Caracterizado como um movimento geracional, os adeptos do FatFire são imensamente ambiciosos em sua ascensão financeira. Mesmo que precisem abdicar de momentos de diversão ou de lazer frequentes, estão dispostos a focarem completamente em seus trabalhos para que consigam atingir sua aposentadoria o mais cedo possível – sentimentos completamente opostos aos de muitos profissionais mais seniores, que relutam em deixar seus postos até o último segundo.

Em uma contraposição nítida, estas gerações mais antigas muito dificilmente escolhem se aposentar cedo. Em alguns casos, a paixão pelo trabalho é tão grande que são incapazes de imaginarem uma vida fora da empresa, ou até mesmo em hobbies e serviços distintos que permitam que continuem operando. Já em outras situações mais sérias, não é incomum notar aqueles que deixaram de se preocupar em fortalecer uma reserva financeira para seu futuro, reduzindo gradativamente sua possibilidade de aposentadoria pela falta de recursos econômicos que os sustentem posteriormente.

Para aqueles que sonham com a aposentadoria antecipada, o empenho e dedicação certamente podem contribuir para este objetivo – mas, é importante enfatizar que essa jornada não é um mar de rosas. Fora a consciência de que esta estabilidade financeira exigirá a dispensa de gastos com muitos momentos de descontração, há um perigo enorme de estresse acumulativo e um burnout inevitável pelo desequilíbrio entre estas responsabilidades profissionais e suas vidas pessoais. A falta de balanço entre eles é um fator prejudicial enorme que trará dificuldades em conquistar o FatFire.

Ainda, é muito usual observar jovens que, mesmo após atingirem sua estabilidade financeira, voltam a trabalhar em algum serviço pouco tempo depois de descansarem em um período sabático, seja em negócios já consolidados no mercado, ou iniciando sua própria empresa. Esse vem sendo, inclusive, um grande impulsionador do empreendedorismo global, em oportunidades que tragam uma maior flexibilidade de jornada e permitam que continuem trabalhando sem a preocupação de juntarem dinheiro para se aposentarem.

No Brasil, como exemplo, cerca de 60% dos jovens de até 30 anos desejam abrir seu próprio negócio, segundo dados divulgados em uma pesquisa da Rede Globo. Existem diversos caminhos e estratégias a serem tomados para quem deseja se tornar mais um integrante do FatFire, que podem ser assertivamente atingidos desde que haja um planejamento minucioso do processo a ser percorrido e, acima de tudo, nunca deixar de ter um objetivo em mente.

Nenhuma realização profissional ou pessoal é baseada apenas em um sonho ou meta. Ao longo de nossas vidas, construímos desejos constantemente, buscando conquistá-los para nossa felicidade. A mesma premissa deve ser utilizada como fio condutor desta aposentadoria antecipada, definindo não apenas as ações que precisam ser estabelecidas para atingir esta meta, como o que cada um pretende realizar após este êxito. Se não, estes jovens podem se sentir insatisfeitos ou confusos pela falta de direcionamento de seu propósito.

Mesmo diante de um cenário econômico instável, o objetivo de se aposentar cedo não precisa ser engavetado. Com foco e clareza sobre o que precisa ser feito, estes profissionais podem certamente atingir sua estabilidade financeira em tempo hábil. Mas, mesmo com esta trilha em mente, não foque apenas na linha de chegada, deixando de aproveitar a jornada até ela. Afinal, a felicidade de nossas vidas está, justamente, no caminho percorrido até nossos objetivos, e todas as conquistas colhidas ao longo deste percurso.

Jordano Rischter é sócio da Wide, consultoria boutique de recrutamento e seleção.

Fonte: Informa Mídia

About

O site Falando de Gestão tem a missão de produzir conteúdo capaz de despertar Insights positivos nos leitores.

POST YOUR COMMENTS

Your email address will not be published. Required fields are marked *