Vendas: por que uns são bons, outros nem tanto?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Vender é um ofício ou um dom? Conhecimento nunca é demais… Por isso, é bom atentar-se a algumas práticas essenciais para potencializar resultados. O coach de negócios, Adam Nöckel fala sobre isso
1Números, metas, comissões… Desde os tempos mais remotos o departamento comercial sempre foi o órgão vital de uma empresa. Quando se vende bem, todos respiram plenamente… E se a receita está no positivo, o restante do corpo funciona muito bem. Simples? Absolutamente não! Vender não é para todo mundo, mas qualquer pessoa é capaz disso.

Para vender mais e melhor, o coach de negócios Adam Nöckel explica que existem cinco passos básicos que refletem em bons resultados na hora de exercer essa atividade. Ao colocar em prática determinadas ações, é possível criar uma máquina de vendas que seja Eficiente, Eficaz e Efetiva.

“Vendas é a área mais gratificante, ao mesmo tempo, a mais desgastante para muitos profissionais. Enquanto algumas pessoas se sentem extremamente realizadas e motivadas atuando nesta área, para outras é um martírio ter que vender qualquer produto ou serviço. Por isso, com base na experiência que desenvolvo e avaliando inúmeros cases de sucesso, compartilho cinco dicas para quem busca alcançar as vendas de alta performance”, disse Nöckel, que é mestre em coach de negócios pela FCU – Flórida Christian University (USA).

1 – Desenvolver uma metodologia de vendas que se aplique ao modelo da organização. Com isso, é possível testar e medir etapas do processo, saber o que está funcionando e o que não gera resultados. É importante definir o nicho, cliente ideal e campanhas de marketing. Esse passo é fundamental para obter uma medição concreta sobre prospecções, visitas, fechamentos e atendimentos em geral. Deixa-se de agir por extinto.

2 – Desenvolver a capacidade de relacionamento com as pessoas (ter uma excelente base de networking). Cerca de 80% dos resultados está diretamente ligado a 20% de nossos relacionamentos. Empresas já faliram por não construírem um bom relacionamento com seus clientes, fornecedores e stakeholders. Desta forma, é no mínimo inteligente construir bons elos de relacionamentos, pois isso colabora para alcançar os resultados que almejamos.

3 – Humildade… Pense nisso! A humildade é a característica fundamental das grandes empresas e profissionais. A forma com que nos relacionamos está diretamente ligada ao nosso nível de humildade – que é uma competência básica para o autodesenvolvimento (seja pessoal ou profissional). Colocar-se em um patamar de igualdade e respeito mútuo, nutre relacionamentos positivos.
Existem três formas pelo qual as pessoas se relacionam: doação, troca e acumulo de recursos. Em qual destes três níveis de relacionamento você (ou sua equipe) está?

4 – Acreditar! A qualidade dos pensamentos está diretamente ligada aos resultados que obtemos na vida e nos negócios. Para se obter um resultado acima da média (ou excelentes), o estado mental positivo é fundamental. É ele que traz motivação. E aí está a raiz do sucesso. Crer em algo traz bem-estar, autoconfiança, empoderamento, criatividade e demais emoções e pensamentos necessários para alcançar a alta performance. Um dos grandes desafios para vender bem e com qualidade é eliminar ou transformar as crenças limitantes, pois elas são um muro que impede o avanço.

5 – Saber ouvir! Fazer as perguntas certas e estar atento as respostas que te levarão a uma boa venda. É preciso solucionar a necessidade do cliente. Quem consome quer que o profissional se importe com suas necessidades, ouça e tenha capacidade de entregar algo que solucione o problema em questão. Tão importante como o volume de vendas é a perpetuação do negócio, fazer com que o cliente volte com maior frequência possível a fazer novos negócios, e para isso, a confiança é extremamente importante. Com isso, os resultados se sustentam.

Fonte: Liberdade de Ideias

 

Deixe uma resposta