Trabalhos terceirizados e temporários também contam para aposentadoria

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cada dia trabalhado conta para a tão sonhada aposentadoria. Por isso, trabalhos terceirizados e temporários não devem ser menosprezados e precisam entrar na somatória de cada trabalhador para facilitar ainda mais este processo.

Antes mesmo de possíveis mudanças na legislação previdenciária, ainda há confusão a respeito das regras de aposentadoria.

Para entender a aposentadoria hoje

O que está valendo no Brasil é a regra 85-95, ou  seja, 85 pontos para as mulheres e 95 pontos para os homens. Basicamente é a somatória da sua idade com o tempo de contribuição.

Já o fator previdenciário – que integra o cálculo da renda das aposentadorias por tempo de contribuição – é acionado quando as mulheres com 30 anos de contribuição e os homens com 35  não conseguem atingir os pontos mínimos de contribuição..

“Para atingir os 100% hoje, a matemática aponta 95 pontos para os homens que seria a somatória da idade, por exemplo, de 60 anos, mais 35 anos de contribuição. É a regra atual. Ou se opta por pontos ou se opta por ter uma contribuição mínima de 30 anos para mulheres ou de 35 para homens aplicando o fator previdenciário, reduzindo o valor da aposentadoria.” ressalta Clodoaldo Barbosa, executivo da NOSSA Gestão de Serviços e Pessoas.

Trabalhos temporários contam mais do que nunca

O especialista da NOSSA alerta que todo trabalhador temporário é um segurado do INSS e automaticamente conta para a aposentadoria, Clodoaldo vai além afirmando que o trabalhador temporário deve encarar este trabalho como um trampolim para voltar ao mercado de trabalho ou como uma porta para o seu primeiro emprego:

“O olhar deve ser o mercado de trabalho ainda mais neste momento de instabilidade política em que o empresariado não quer inchar a sua folha de pagamento e opta pelo terceirizado para atender essa demanda extraordinária.”

Clodoaldo percebe que os trabalhadores já entenderam que o trabalho temporário (independente de ser efetivado ou não) está incluído neste processo de aposentadoria e que estas oportunidades devem ser analisadas sempre:

“O mercado procura também por pessoas com mais idade ou mesmo as que já estão aposentadas, que usam estes trabalhos como complemento de renda. As empresas estão abertas. O fato é que os trabalhadores levarão mais tempo para se aposentar – isso sem contar a nova proposta do Governo.  O funcionário vê que precisa trabalhar mais e entende que todos os trabalhos que ele desconsiderava para a aposentadoria passaram a ajudar muito na somatória final.” conclui Clodoaldo Barbosa.

Sobre a Nossa

Criada em Curitiba no ano de 1993, a NOSSA se dedica em buscar soluções para contratação de pessoas para contratações efetivas, trabalhos temporários e terceirização de pessoal. Os profissionais são especializados em definir as melhores estratégias, de acordo com as necessidades da empresa-cliente. O leque de serviços abrange todo o processo de recrutamento, seleção, orientação e contratação de profissionais para trabalhos permanentes e temporários. Além disso, desenvolve projetos especiais. A NOSSA cuida do recrutamento, de todo o processo legal das contratações e também do gerenciamento das equipes.

Fonte: KAKOI Comunicação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *