O Mochileiro da Gestão

pedro-novo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Por Pedro Paulo Morales*

 Andei pesquisando sobre o termo mochileiro e logo me identifiquei com ele. O termo foi usado pela primeira vez na década de 50 por poetas e escritores dos Estados Unidos que queriam ser livres para criar seus textos e poder escreve-los onde quiserem , aproveitando assim a influencia dos lugares aos quais visitavam. Ao pé da letra eles eram viajantes e carregavam em suas mochilas seus poucos pertences e que levavam para viver.  Queriam conhecer lugares novos e são desapegados de regras.

Não quero dizer aqui neste espaço que sou  avesso a regras e muito menos não sou adepto a elas. O intuito de  colocar o nome no blog de “Mochileiro de Gestão” se da por vários motivos entre eles vejo que há  necessidade de ser um verdadeiro mochileiro, aprender a desapegar de todas as velhas regras e teorias aprendidas até aqui e começar a aprender como será a gestão do futuro , ou seja a gestão do Mundo 4.0 onde os problemas são complexos e as mudanças são exponenciais.

O novo gestor do seculo 21 vai ter que andar com sua mochila .nas costas para guardar nela apenas as coisas que realmente interessam para a  sua caminhada como líder. Esse novo líder que esta surgindo terá que conviver com organizações que estão cada vez mais horizontalizadas, onde existem cada vez a necessidade de negociar prazos , qualidade comprometimento e produtividade.

Por esses motivos que penso que todos que querem se manter atualizados, criativos e buscar soluções inovadoras terão que aprender a conviver com uma mochila nas costas. De acordo definição a mochila é usada para  transportar artigos de uso pessoal, provisões, material etc. e todos sabemos que por ela ser levada nas costas ela não é muito grande e deve conter somente o necessário para a viagem.

Para finalizar proponho esquecer  um pouco as “bagagens” que só ocupam espaços desnecessários para “viajarmos” pelo mundo maravilhoso da gestão com apenas uma mochila onde levaremos somente o necessário, sem entulhos e velharias.

Vamos refletir sobre isso e sucesso!

Sou formado em Gestão com Especialização em Controladoria e Pós- graduando em Gestão Estratégica de Pessoas.e editor do Blog Falando de Gestão

texto aqui

Deixe uma resposta