O estilo de gestão de Jorge Jesus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pedro Paulo Morales

Por Pedro Paulo Morales

Será que não falta em nossas empresas um pouco do estilo de gestão de Jorge Jesus?

Em uma época onde o estilo de gestão de pessoas está se tornando mais “light” um jeito de gestão vem se destacando, ao menos no mundo do futebol: O Estilo JJ, um modelo de fazer gestão onde o que vale é uma dose de pressão por resultados.

Ninguém no mundo do futebol discute que o treinador Jorge Jesus é extremamente focado em resultados e tem como ponto a seu favor uma alta dose de perfeccionismo, não admite falhas de seus jogadores e resiliência para treinar, treinar e treinar quantas vezes seja necessário, até que os jogadores atinjam níveis de excelência.

Outro ponto do modelo de gestão de JJ é baseado na intensidade da comunicação, onde geralmente emprega uma comunicação violenta com berros e manda recados publicamente para os jogadores.

Devido a esse nível de exigência usado por JJ as equipes acabam por se tornarem uma maquina de jogar futebol onde seus passes e dribles são corretos e precisos e se perdem a bola correm atrás até que a jogada do adversário seja neutralizada.

Atitudes como esta são capazes de transformar a maioria das equipes treinadas por JJ em vencedoras como por exemplo o Benfica de Portugal, com ele durante 6 temporadas em que ficou no time ele acumulou 10 títulos e 225 vitorias e o Flamengo em pouco tempo se tornou campeão da Libertadores e do Brasileiro com a incrível 90 pontos, 19 a frente do segundo colocado e 24 partidas sem perder.

Mesmo seguindo o etilo de administração “a bruta” JJ é um treinador que gosta de trazer inovação para a sua equipe como, por exemplo, investir em logística tendo um avião particular onde os jogadores possam até deitar para descansar ou fazer reuniões sobre estratégias a serem utilizadas em campo.

Outras novidades implantadas pelo técnico são com relação aos treinos onde ele os acompanha com um drone para captar imagens aéreas do campo para analisar o esquema tático e um “carrinho tático” uma espécie de carrinho de golfe é uma espécie de carro de golfe adaptado. Esse carrinho possui uma tela de LED que repete as imagens do treinamento da equipe em tempo real, e ao lado possui uma lousa onde o JJ faz anotações e corrige os erros durante o treino.

O estilo de Jorge Jesus vem sendo analisado por especialistas em gestão do mundo todo quanto a sua real eficácia e aplicabilidade no mundo corporativo, alguns especialistas acham que há características positivas como o uso da Cultura da Exigência onde uma certa pressão para que tudo dê certo faz com que o resultado apareça, entretanto outros especialistas condenam o estilo JJ devido a sua indisponibilidade para ouvir opiniões ou até compreender certas atitudes dos jogadores, alguns dizem que no mundo corporativo atual não há mais espaço para esse modelo de gestão.

Mas uma coisa é certa e não podemos negar, a cultura da intensidade desenvolvida por Jorge Jesus, onde a vigor dos treinos aliada ao uso de tecnologia em campo, aliada a uma boa equipe e infraestrutura fizeram com que o Flamengo ganhasse o Brasileiro e Libertadores fazendo com que o flamengo se tornasse a equipe mais valiosa do futebol brasileiro no momento.

Será que quando falamos em atingir resultados e metas em nossas empresas, dependendo da situação, não faltará um pouco do “Estilo JJ”, o velho murro na mesa?

Vamos refletir sobre isso e sucesso!

Conheça os cursos do Professor Pedro Paulo Morales

Comments are closed.