Gerentes Apaixonados – os Negócios Como Um Estilo de Vida

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Como os Gerentes Apaixonados Veem o Seu Próprio Trabalho? Qual o Principal Ingrediente do Local de Trabalho dos Gerentes Apaixonados? Como Transformar o Amor Pelo Trabalho em Uma Cultura Empresarial? Por Que os Funcionários Apaixonados Fazem Questão de Estar Sempre Atualizados?

Por Julio Cesar S. Santos – Diretor Acadêmico na Polo Educacional do Méier

Os Gerentes Apaixonados consideram seu trabalho muito mais que um emprego; eles o veem como missão e estilo de vida. Encontram um propósito maior do que estão realizando e esse senso de objetivo conduz – eles e suas equipes – a níveis de realizações que a maior parte das pessoas jamais poderia imaginar. Alguns dos ingredientes do local de trabalho dos Gerentes Apaixonados são:

  • “Promovemos Atividades Externas Relacionadas ao Trabalho”: Examine as empresas bem-sucedidas e você verá que elas patrocinam programas que incentivam as pessoas a desenvolver seus talentos fora do trabalho. Treinadores são financiados em atividades como o envio de cientistas a conferências a fim de apresentarem pesquisas e até motoristas de ônibus que participam de eventos durante os quais mostram suas habilidades de direção. A empresa que reconhece a iniciativa de seu próprio pessoal estabelece um alto nível de compromisso, dentro do local de trabalho.

Muitas empresas são ótimos locais de trabalho, mas algumas têm culturas que transcendem a excelência, o profissionalismo, o treinamento e outros ingredientes de sucesso. Nelas, as pessoas adoram o que fazem e sua paixão pelo local de trabalho gera seu próprio conjunto de valores. A seguir examinaremos o que conduz as empresas que vão além da excelência e criam um elo entre seus funcionários e o local de trabalho.

Amor Pelo Trabalho Como Uma Cultura

Para poucas empresas, a cultura é definida pelo amor ao trabalho entre todos os funcionários e a gerência. Jamais é definida pela profissão em si. Existem empresas – em áreas como artes e entretenimento – com culturas bastante disfuncionais e empresas de coleta de lixo que têm muito orgulho de seu trabalho. Mais especificamente, o amor pelo trabalho é uma função de quem você é e que valores o norteiam. Sendo assim, especializações, inovações, dedicação dos colegas e adesões a objetivos mais amplos são subprodutos de um ambiente onde as pessoas têm paixão pelo que fazem

Poderíamos resumir os locais de trabalho Apaixonados onde os funcionários amam o que fazem, em uma única palavra: “profissionalismo”. O trabalho e o estilo de vida integram um conjunto das culturas mais bem-sucedidas promove locais de trabalho que misturam um pouco dos dois. Trata-se de um conceito difícil de quantificar, mas facilmente reconhecido como o pesquisador da área farmacêutica que está fazendo doutorado à noite e os funcionários do mercado – que trabalham com a precisão de uma equipe de um pit stop – são exemplos de profissionalismo em ação.

O Domínio de Sua Habilidade

A maior parte das pessoas simplesmente faz seu trabalho, mas os Gerentes Apaixonados fazem questão de realiza-lo muito bem. O impacto de tal atitude é óbvio em uma pequena escala: por exemplo, enquanto você planeja uma festa de casamento, muito profissionais apenas criam um bolo, mas o que cria o bolo perfeito é o que consegue mais divulgação por causa do boca a boca.

Entretanto, muitas pessoas não percebem que o mesmo acontece também em grande escala. Observando muitas empresas lideres em seus setores, descobriu-se uma cultura que dá suporte para realizarmos o trabalho de forma melhor do que qualquer outra. Independentemente de ser na forma de uma fortuna individual ou de estar da lista das 500 maiores empresas, a ligação entre domínio e participação no mercado é mais forte do que muitas pessoas imaginam.

O Desejo de Aprender Mais

Todos nós estamos aprendendo desde que nascemos, mas os funcionários Apaixonados fazem questão de estar sempre atualizados na área que escolheram. De meteorologistas a guardas penitenciários, é relativamente fácil encontrarmos publicações, conferências e sociedades profissionais para a maior parte das profissões.

E até pessoas no nível mais primário podem e devem ter a oportunidade de se desenvolver e passar por treinamento. Os melhores indivíduos de qualquer área gravitam na direção desses tipos de recursos e, as melhores culturas, acabam apoiando e nutrindo suas iniciativas para aproveitá-los.

A Ambição de Ser o Melhor

Existe um aspecto da competitividade e outro da competência nas culturas dos Apaixonados que é a necessidade de se aperfeiçoar. Ela é um fonte de satisfação pessoal para os indivíduos e equipes. Por exemplo: os esforços de cientistas e engenheiros para superar os limites em informática não apenas tornaram empresas bem-sucedidas como também criaram um paradigma social novo, em que as vidas pessoais e profissionais dos indivíduos ficaram entrelaçadas com os computadores e a Internet.

Em uma escala menor, um grupo de amigos da Polônia canalizou sua oposição ao comunismo em 1980 e fundaram um jornal independente. A partir disso se transformaram no que é hoje um jornal e uma rede de rádio dominante naquele país. Diante disso, pode-se dizer que não existem empresas que não tenham necessidade de se aperfeiçoar e os locais de trabalho que capitalizam isso descobrem que essa própria busca muda sua cultura para melhor.

Como qualquer outro valor empresarial, essa ânsia pode ser levada ao extremo. Por exemplo: certa vez, um famoso fabricante de computadores promoveu uma competição entre equipes de novos projetos para computadores, ficando com o projeto da melhor equipe e descartando o outro. Essa abordagem gerou poderosos computadores ao custo ao custo de destituir toda uma equipe de engenharia e, como resultado, hoje a maior parte das empresas similares não compartilha dessa filosofia.

Em casos muito piores, o instinto competitivo pode levar à má conduta, variando da espionagem empresarial à colocação de interesses individuais acima dos da empresa. Porém, quando se consegue manter o equilíbrio correto, o estímulo no senti de melhorar constantemente pode ser um forte fator de motivação que gera um foco para a equipe.

Um Interesse Pessoal Esclarecido

Certa vez, um especialista em motivação afirmou que você pode conseguir tudo que quiser, bastando para isso, ajudar um número suficiente de pessoas a conseguir o que querem. Em verdade, culturas empresariais que estimulam a responsabilidade, o salário e o respeito descobrem que, em troca, recebem profissionalismo. Lá no fundo, todos fazem a pergunta: “O que eu ganharei com isso?”, ao decidirem que tipo de investimentos emocional farão no local de trabalho. A direção que eles descobrem em seu trabalho torna-se uma força orientadora para o resto de suas vidas.

Cada empresa tem um conjunto de recompensas a oferecer aos que contribuem para o seu sucesso e, essa ajuda, determina que tipos de indivíduos desenvolvem sua cultura. Grandes empresas possuem trajetórias de carreiras e programas de treinamento bem estabelecidos. Mas, as menores podem oferecer melhores oportunidades e estão mais abertas a oferecer oportunidades a candidatos não-tradicionais, pois elas procuram um alto nível de compromisso em troca de oportunidades financeiras e de crescimento.

Dessa forma, quaisquer que sejam as oportunidades oferecidas, a capacidade dos membros de concretizar seus objetivos pessoais direciona a capacidade que sua empresa tem de concretizar suas metas. A história está repleta de organizações bem-sucedidas que transformam empregos em profissões ou escolhem algo que todos fazem e fazem esse algo de uma forma bem melhor.

Portanto, o mais importante é que ser um Gerente Apaixonado pelo trabalho torna-se uma importante força na cultura de toda a equipe. Jamais será uma força externa, impulsionada pela empresa em si. Entretanto, é uma força que pode ser utilizada em qualquer organização, em todas as profissões. Seu nível de profissionalismo é o resultado de escolhas feitas no local de trabalho a cada dia, associado à paixão e ao entusiasmo das pessoas que fazem tais escolhas.

https://www.instagram.com/poloeducacionaldomeier/

https://twitter.com/MeierPolo

Comments are closed.