Empreender é uma tarefa que exige conhecimento, habilidade e atitude

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Por Eduardo Mendes

O sonho de ter o próprio negócio acompanha milhares de pessoas em todo o mundo. E no Brasil não é diferente. Dados do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostram que nos últimos 3,5 anos foram abertas 11,1 milhões de empresas no país. Entretanto, abrir uma empresa é apenas o primeiro passo de uma jornada. Um bom empreendedor precisa saber que há um conjunto de comportamentos e hábitos indispensáveis para criar um modelo de negócio que tenha sucesso no mercado.

O primeiro ponto que pode servir de inspiração e aprendizado para a pessoa que deseja empreender é saber que não existe uma fórmula secreta e pronta para o sucesso e que há uma grande diferença entre ter um sonho e transformar esse sonho em realidade. Sendo assim, há um longo caminho que precisa ser percorrido entre a ideia inicial e a viabilização do negócio, com estratégias para execução de cada passo da atividade que se pretende desenvolver.

É importante também ter em mente que há pré-requisitos para ser um empreendedor bem sucedido, e que eles são baseados em três pilares identificados em estudos da Universidade de Havard (Estados Unidos), que mostram que o sucesso nos negócios depende de conhecimento, habilidade e atitude.

Dentro do pilar de conhecimento, quem deseja abrir o próprio negócio deve se informar e  ter um plano de negócio bem estruturado, com uma análise de mercado, uma ideia muito clara do que a empresa apresenta de benefícios para o cliente, quais são os problemas que se propõe a resolver, os custos bem definidos, o tamanho do mercado e planilhas com cenários realistas e o retorno dos investimentos.


As planilhas devem apresentar uma visão futura da empresa e do mercado e oferecer segurança para os investidores de forma que traga para o tempo presente, cenários futuros que facilitem a análise do projeto. É essencial apresentar que há um ciclo para o negócio e que cada empresa tem uma velocidade de retorno.


Ter uma vivência dentro do segmento também é importante, além de disposição para aprender constantemente, pois o mercado evolui e um modelo atual de negócios inovador pode ser superado em pouco tempo.

Dentro do pilar da habilidade o empreendedor precisa desenvolver uma boa comunicação e saber lidar com pessoas, isso é indispensável, por exemplo, na hora de fazer uma contraproposta em uma negociação, no momento em que tiver que vender uma ideia para seus investidores ou para sua equipe.

O terceiro pilar para um bom empreendedor é a atitude. É preciso determinação suficiente para seguir em frente em momentos de dificuldade e ter disciplina para cumprir o que foi planejado. Para um empreendedor, a atitude diante das dificuldades significa oportunidade. Isso tem relação com a maneira como as pessoas agem ou reagem diante das situações diversas da vida, já que não existe uma fórmula pronta para o sucesso. O caminho é construído conforme se caminha. Também é necessário ter capacidade de aprender rapidamente com os próprios erros. Para um empreendedor, ter atitude significa transformar as dificuldades em oportunidade de crescimento e desenvolvimento.

Todas essas habilidades se completam com a capacidade de saber receber feedbacks do mercado. O empreendedor que sabe ouvir pode refletir sobre as opiniões e dicas de clientes, fornecedores e colaboradores, amadurece suas ideias e assim, aumenta as chances de sucesso nos negócios. Feedback é sinônimo de aprendizado e reorientação.

Eduardo Mendes é sócio do grupo Master Mind Brasil, que tem como missão fazer com que os participantes se destaquem em suas atividades profissionais e pessoais.

Deixe uma resposta