Conheça os benefícios da Programação Neurofinanceira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Por Rodrigo Mirando

As pessoas em geral sabem que precisam economizar, diminuir os gastos, guardar dinheiro para eventuais emergência e, depois de tudo, investir. Contudo, na prática, fazer acontecer esse ciclo da abundância financeira é postergado em 74% da população, de acordo com o Sistema de Proteção ao Crédito (SPC). A razão, afirma o coach Rodrigo

Miranda, é a cultura comportamental, “o mindset da pessoa”. Transformar as finanças algo positivo na rotina, ainda que se julgue ganhar pouco, é possível na visão do profissional, que é administrador e tem como base de trabalho a reprogramação do cérebro para um novo comportamento e hábitos, referente ao dinheiro, desenvolveu o método próprio da Programação Neurofinanceira.

De acordo com Rodrigo, medidas simples, como o controle orçamentário através de planilhas, são fundamentais, devem ser utilizadas como bússolas. Dá para fazer de forma simples, com aplicativos, por exemplo. Isso ajuda a encontrar as famosas despesas fantasmas, que ninguém sabe que existem, mas que levam uma parte do orçamento de maneira silenciosa.

“A ideia do método é fazer com que a pessoa tome consciência do que prejudica ou impede de ter sucesso financeiro. A partir daí, ressignificamos as mudanças necessárias. Mudamos a mentalidade de um devedor para uma mentalidade de prosperidade, abundância e milionária. Mexemos muito na parte comportamental” – explica Rodrigo.

Segundo o Coach, existem investimentos possíveis para todas as sessões no mercado, do qual você pode perceber o dinheiro e o poder dos juros compostos em benefício do investidor. “A ideia da programação neuro financeira é pegar a didática dos estudos financeiros e aplicar no dia a adia do cliente de forma lúdica e prática até a mudança do comportamento, a mudança de mentalidade” – finaliza.

O processo inicia com a clareza do que afeta a abundância financeira da pessoa. Tendo o foco definido, inicia o momento de agir, as estratégias práticas de fazer a balança funcionar. Então, são trabalhados os resultados e as possibilidades de investimentos. “Ensino ao coachee ferramentas de mudança de hábitos e mindset. Também, ensino ele a manter os hábitos saudáveis”, diz.

Rodrigo Mirando atua como gerente financeiro desde os seus 21 anos. A experiência com o Coaching teve início em 2012, ao cursar um MBA voltado à gestão de pessoas e Liderança Coach. Desde então, segue qualificando-se através de diversos cursos, palestras e formações pelo Brasil. Em 2014 iniciou o trabalho com Bruno Juliani, presidente da Abracoaching, focando sua atuação na Formação em Coaching. Tornou-se Trainer da bracoaching através de um processo de seleção altamente competitivo. Nos últimos quatro anos atua nas Forças Armadas como 1º tenente administrador e atualmente é responsável pelo Instituto Financeiro e pela Extreme Coaching, além de ser o criador do método de Programação Neurofinanceira.

Fonte: WH Comunicação Ltda. | www.whcomunicacao.com.br

 

Deixe uma resposta