Competências Essenciais dos Profissionais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Conhecimento e Informação São Considerados Importantes Como Patrimônio Pessoal? Por Que Ambos Não São Mais do Domínio de Uns Poucos? De Que Forma Dados e Informações São Matérias-Primas Que Ajudam as Pessoas a Serem Competentes?

Júlio Cesar Santos

pessoas competentes

Tem sido normal as pessoas utilizarem a denominação de competências essenciais, quando se trata de competências empresariais. Mas, aqui nesse texto o foco será ampliado e também as competências mais importantes das pessoas serão chamadas de “competências essenciais”. Além de importantes, essas competências englobam um maior número de subcompetências.

As Competências do Conhecimento

pessoas competentes 1

As palavras conhecimento e informação têm sido utilizadas indistintamente para referir-se a uma competência considerada por alguns gurus da Administração como a mais importante para as pessoas, para as organizações e para a sociedade. Peter Drucker já usou as expressões a “Era do Conhecimento”, a “Sociedade do Conhecimento”, os “Trabalhadores do Conhecimento”, a “Revolução das Informações” e o “Capitalismo das Informações”, embora ele próprio diferencie “conhecimento” de “informação”.

Agora, o conhecimento e a informação estão sendo considerados um importante patrimônio, o principal diferencial competitivo das pessoas e das corporações. São considerados também como moeda de grande valor no mundo dos negócios e, embora ambos sempre tenham sido importantes, conhecimento e informação estão necessariamente se democratizando.

Conhecimento e informação não serão mais – como antes – do domínio de uns poucos, pois agora os conhecimentos estão sendo disseminados nas organizações, porque as novas tecnologias eliminam os trabalhos braçais (que requerem pouco uso de conhecimentos), porque elas estão ficando mais horizontalizadas e porque as exigências de qualidade e produtividade estão requerendo maior aplicação de competência de todos.

Organizações excelentes estão desenvolvendo constantemente as qualificações e as competências de todos os seus funcionários, porque os conhecimentos estão se tornando obsoletos rapidamente. As empresas maiores estão introduzindo sistemas de educação e treinamento continuados e, muitas delas, estão transformando seus órgãos de treinamento em universidades corporativas, tal a dimensão que está tomando a necessidade de desenvolver os conhecimentos de seus empregados. Já outras empresas estão criando setores de Gestão das Informações e Gestão do Conhecimento.

A Informação

pessoas competentes 2

Atualmente, a informação é uma matéria prima tão abundante que está presente em toda parte, além de termos fácil acesso a ela. A geração, transmissão e publicação das informações tem crescido aceleradamente, assim como a evolução das tecnologias. A quantidade de informações gerada é tão grande que somos incapazes de reuni-las, organizá-las e utilizá-las adequadamente. O resultado dessa realidade é que as pessoas e as corporações precisarão desenvolver a competência de selecionar e priorizar as informações, pois caso contrário, não serão capazes de absorvê-las e tirar proveito delas.

Diante disso devemos entender que, dados são matérias-primas da informação e, por sua vez, a informação é matéria-prima do conhecimento. Embora possam ter vida própria e ser objeto de vários usos, as informações possuem um caráter diferente do conhecimento. Informações são dados reunidos, elaborados, armazenados, transmitidos ou aplicados em uma determinada situação.

Dessa forma, dados e informações são matérias-primas que ajudam as pessoas a serem competentes em diversas situações como ministrar aulas, discursar, elaborar e apresentar relatórios ou fazer negociações. Sendo assim, pode-se afirmar que a competência de informação tem mais a ver com a maneira de organizá-la, de trata-la e de transmiti-la. Portanto, estar bem informado ou deter informações pode não significar competência e não as registrar, assimilar e elaborar bem, ou se não fizer bom uso delas.

Conhecimento

pessoas competentes 3

O conhecimento está num nível maior de valor, por sua abrangência e por seu resultado obtido e, na verdade, ele é produto de maior peso e significado, pois é resultado de muitos processamentos intelectuais e por causa de suas aplicações mais objetivas na orientação da vida, no desenvolvimento das ciências, tecnologias, artes, atividades sociais, no trabalho e nos negócios.

Portanto, parece mais apropriado dizer que, no seu trabalho, um técnico de futebol, um vendedor, um médico, um cantor ou um jornalista, aplicam conhecimento em lugar de dizer que aplicam informações, pois o conhecimento realiza, constrói, modifica coisas e situações.

http://www.profigestaoblog.blogspot.com

http://www.facebook.com/profigestao

Deixe uma resposta