Como reinventar sua carreira no mundo atual

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Novas tecnologias e isolamento social trouxeram mudanças drásticas para o ambiente de trabalho e dos negócios. A psicóloga Fernanda Tochetto apresenta sugestões para equilibrar vida pessoal e profissional ante esses novos desafios

Além de infectar mais de 9 milhões de pessoas e ocasionar centenas de milhares de mortes, a pandemia do Covid-19 vem impactando negativamente também a economia dos países. No Brasil, por exemplo, segundo os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego saltou de 11,2% no trimestre até janeiro para 12, 6% no trimestre encerrado em abril. O isolamento social utilizado para combater a disseminação do vírus também mudou a rotina daqueles que não perderam o emprego, mas tiveram uma mudança extrema em sua rotina, por conta do trabalho remoto. Milhões de brasileiros viram-se obrigados a se reinventar nesse contexto, repensar suas carreiras e a forma como equilibram a vida pessoal e profissional.

Ante as dificuldades enfrentadas pelos brasileiros na atualidade e os desafios crescentes relativos ao mundo digital, que exigem uma adaptação acelerada por parte dos profissionais, a mentora de carreira e psicóloga Fernanda Tochetto desenvolveu o método Carreira 5.0. Fruto de mais de 20 anos de carreira e da experiência obtida por Tochetto, em 2020, no Vale do Silício, situado na Califórnia (EUA), quando conviveu com as mentes mais inovadoras do mundo, o método tem como objetivo fortalecer os pilares básicos emocionais e físicos dos participantes, a fim de que melhorem sua performance profissional e alcancem os objetivos idealizados.

Novos desafios na Sociedade 5.0

Tochetto destaca os novos desafios impostos na esfera profissional por um sociedade imersa em uma revolução tecnológica, a ­sociedade 5.0. “Mudanças que chegariam ao poucos durante os próximo 10 anos, simplesmente já estão acontecendo”, afirma. Nesse ponto, conforme a psicóloga, muitos temem que as máquinas acabem por substituir o trabalho humano. Contudo, para Tochetto, em um conceito de sociedade 5.0, os sistemas inteligentes não devem ser considerados inimigos. “Pelo contrário, devem ser entendidos como aliados no processo de evolução social, ou seja, como ferramentas para melhorarem a qualidade de vida e auxilarem nas entregas profissionais”, diz.

Nesse sentido, é urgente uma mudança de mindset para aproveitar os novos recursos tecnológicos. Com esse objetivo, Tochetto elaborou seu método. A psicóloga relata observar problemas e desafios recorrentes na vida dos profissionais das mais variadas áreas e cargos. Segundo Tochetto, as pessoas buscam o equilíbrio pessoal e profissional, mas se sentem limitadas pela crença na incapacidade de serem bem-sucedidas, que, por sua vez, está relacionada à dificuldade em terem disciplina e foco e à insegurança e medo de tomar decisões.

“Contudo, é possível balancear todas as áreas da vida em alta performance”, afirma Tochetto. Segundo a psicóloga, quando se tem objetivo e propósito definidos, se é capaz de observar mais atentamente a performance física e emocional e trabalhar a autoridade e posicionamento de forma clara e prática, gerindo a carreira e vida pessoal com equilíbrio.

A psicóloga sugere algumas dicas para quem de alguma forma encontra-se frustrado com sua carreira e deseja aproveitar as novas tecnologias para melhor gerenciar seu negócio e vida profissional. São orientações que vão desde identificação de padrões comportamentais limitantes até habilidades que devem ser cultivadas a fim de incrementar a performance profissional, passando por pontos de impacto no negócio que precisam ser transformados para que a carreira não seja sufocada na nova economia.

O reconhecimento dos padrões comportamentais limitantes inicia-se com a observação dos próprios sentimentos e comportamentos. “Preste atenção, por exemplo, em como você se sente quando tem desafios, precisa encarar o novo e sair de sua zona de conforto”, orienta. Pedir feedback para pessoas próximas e com quem se relaciona no ambiente de trabalho também é uma boa pedida. Para obter uma resposta mais aperfeiçoada a psicóloga recomenda submeter-se a testes de perfil comportamental. A mentora de carreira salienta que reconhecer as próprias fraquezas requer: autoconhecimento; humildade; desejo de mudar; e vontade de se desenvolver.

  • O primeiro ponto que impacta um negócio e precisa ser atacado a fim de se obter sucesso na nova economia é a gestão de clientes. Tochetto destaca que o nível de exigência do cliente atual está cada vez mais alto. Conectado ao mundo, ele pode adquirir o que quiser, de onde estiver. Dessa forma, para fidelizá-lo, o empreendedor necessita surpreendê-lo e engajá-lo. “A empresa não pode aparecer apenas no momento de vender o produto. Ela precisa cuidar do cliente, auxiliá-lo, facilitar o processo, gerando oportunidades a ele”, recomenda.
  • O segundo ponto de impacto está relacionado ao planejamento de vendas. “É preciso construir uma estratégia de relacionamento e vendas com o cliente que traduza o propósito do negócio, agregando valor e gerando impacto aos resultados”, diz Tochetto. Neste quesito, a mentora de carreira faz menção ao uso de tecnologias de informação (TI) para melhorar a eficácia das vendas, recomendando que o empreendedor utilize estratégia de TI alinhadas com suas redes sociais para conseguir identificar o cliente e o que ele deseja de sua empresa.
  • O terceiro ponto o qual o empreendedor deve ficar atento é a gestão e inovação do negócio. Segundo a mentora de carreira, o item está intrinsecamente associado à visão global do negócio, acessibilidade a novas informações e adaptação à velocidade das mudanças, visando o crescimento exponencial. “É necessário ter clareza dos resultados que deseja obter, assim como da capacidade que tem para realizá-los”, afirma. Conforme Tochetto, o empreendedor precisa se questionar também o quanto tem levado para seu negócio práticas inovadoras. Nesse ponto, é de muita importância onde o empreendedor costuma abastecer-se de novas ideias para propor alternativas diferenciadas ao seu negócio.

No que diz respeito às habilidades que o profissional deve ter para incrementar sua performance de trabalho, a psicóloga destaca, em primeiro lugar, a capacidade de ser flexível aos  desafios, adaptando-se aos novos tempos e obtendo respostas rápidas. “Para isso é preciso autoconhecimento e inteligência emocional”, diz.

Para isso é preciso autoconhecimento e inteligência emocional

 

A segunda aptidão refere-se ao relacionamento interpessoal, que está intimamente atrelado à capacidade de ser um bom líder.

As três últimas habilidades são tipos de inteligência. Para se distinguir profissionalmente, segundo Tochetto, é preciso ter a inteligência criativa, caracterizada pela capacidade de criar soluções fora do padrão. Aprender a lidar com a inteligência artificial também é uma aptidão que deve ser cultivada por aqueles que desejam ser bem-sucedidos em suas carreiras. Do mesmo modo ter inteligência empreendedora. A sobrevivência de um profissional depende do seu capital intelectual – criatividade, capacidade analítica, relacionamento com o cliente e liderança.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________

Curso gratuito:

Nos dias 07, 08 e 09 de Julho acontece a Semana da Carreira 5.0 – serão liberadas 3 aulas, uma por dia, com duração de cerca de 1 hora cada.

Todo conteúdo disponibilizado na Semana da Carreira 5.0 é gratuito e exclusivo para quem se inscrever. Ao longo da semana será possível conhecer melhor o Método que a psicóloga Fernanda Tochetto desenvolveu em plena quarentena para ajudar profissionais a terem estratégia, reconhecimento, realização e resultado financeiro.

As inscrições podem ser feitas no link: https://materiais.blog.fernandatochetto.com.br/semana-da-carreira-5-0-ads-on

 

 

Comments are closed.