Como a empresa pode reter talentos oferecendo benefícios aos funcionários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A retenção de talentos está relacionada a satisfação dos colaboradores e os benefícios podem ter um papel importante nesse campo. Saiba mais!

A retenção de talentos passou a ser parte do planejamento das empresas, pois elas entendem que as pessoas é que fazem uma organização.

Garantir que bons profissionais permaneçam na empresa é um grande desafio, pois eles podem ficar atraídos por outras oportunidades do mercado. Para controlar a situação, a humanização no ambiente de trabalho e valorização dos profissionais passou a ser uma prioridade.

Aliado a isso, é preciso atender as necessidades que são manifestadas pelos colaboradores, muitas vezes ligada a recursos financeiros e de qualidade de vida.

Os benefícios se tornaram aliados na retenção de talentos uma vez que oferecem algo além do salário. Veja como eles têm ajudado as organizações!

imagem adm

Demonstrando a valorização do colaborador

Elogiar e reconhecer os talentos no dia a dia é fundamental, pois isso faz com que as pessoas sejam valorizadas. Elas começam a ver que tem valor para a empresa e que seu trabalho está sendo reconhecido.

Em relação aos benefícios, eles podem ter o mesmo papel. Quando a empresa disponibiliza qualquer benefício ao colaborador, como um seguro de vida, plano de saúde ou outro, demonstra que tem uma preocupação e quer dar o melhor para quem a ajuda.

A pessoa que se sente valorizada e que está recebendo algo em troca pelo trabalho que vem realizado, valoriza a empresa. Ela fica engajada e quer contribuir ainda mais, logo a retenção de talento ocorre de maneira natural. Ambas se beneficiam e ficam satisfeitas.

Oferecendo os melhores benefícios do mercado

A competição para conquistar os melhores funcionários é grande, por isso, a maioria das empresas oferece algum tipo de benefício.

A questão não é apenas disponibilizá-lo, mas que ele seja bom e atenda ao que os funcionários esperam. Por exemplo, se existem planos de saúde, esse precisa ter uma boa rede credenciada, hospitais de qualidade e um preço que seja justo para o colaborador. Portanto, é importante se atentar ao tipo de plano de saúde disponibilizado.

Já um vale alimentação não tem utilidade se for aceito apenas em uma ou duas redes de supermercado. Isso é válido para todos os benefícios, eles precisam ser muito bons na visão do colaborador.

Por isso, é preciso buscar por fornecedores que sejam renomados e tenham produtos sob medida para os colaboradores.

Quando se consegue isso, as pessoas não querem deixar a empresa. Afinal, o salário não é mais tão importante, o benefício oferecido pode ser decisivo para uma pessoa querer ficar ou sair da empresa.

Flexibilizando os benefícios oferecidos

Uma das tendências é a flexibilização dos benefícios, pois as pessoas não têm necessidades iguais. Quando são feitas pesquisas de clima organizacional isso pode ficar muito claro.

Por exemplo, uma pessoa solteira pode preferir receber vale refeição, pois costuma sair bastante para comer em restaurantes. Já uma mãe de família pode preferir um vale alimentação, pois costuma se reunir com a família para comer em casa.

Depois da pandemia, com o aumento do home office as necessidades mudaram ainda mais. Há quem queira um auxílio para pagar a internet, outro para pagar a luz, fazer um curso porque está sobrando mais tempo e assim por diante.

Ao flexibilizar alguns dos benefícios permitindo que as pessoas escolham como usar, elas se sentirão atendidas. Dessa forma não precisarão buscar em outra empresa o que desejam e serão retidas pelas gestão de pessoas bem feita.

Investindo na formação dos colaboradores

Os profissionais buscam por oportunidades de crescimento, seja em relação ao conhecimento ou sua formação. Ao permitir que isso ocorra, a empresa está contribuindo com o profissional.

A questão é que nem sempre a pessoa tem condições de pagar por um curso de formação ou faculdade. Os benefícios nesse caso, que podem ajudar a reter talento, são ofertar cursos de formação gratuitamente, oferecer bolsas de estudo ou auxílio estudos.

É claro que a oferta de cursos in company também é válida, mas, quando o benefício permite que a pessoa decida o que estuda, ele acaba se fidelizando mais.

Tudo o que o profissional aprende na teoria irá colocar em prática na própria empresa, essa será uma maneira de devolver o investimento nela.

Os profissionais cada vez mais buscam benefícios na organização, e as que conseguem entregar se tornam mais atrativas e conseguem reter os talentos. Não importa qual o tipo de benefício que será disponibilizado e nem o valor dele, o importante é começar.

Com o tempo surgem os resultados, os profissionais ficam mais engajados, a produtividade aumenta, a rotatividade diminui e consequentemente os lucros melhoram. Com isso é possível melhorar os benefícios e conseguir resultados cada vez melhores.

Por: Jeniffer Elaina, do site Smartia.com.br.

Comments are closed.