Você está na categoria Artigos de Wellington Moreira

Como lidar com clientes mais exigentes

6ffa9b787ca7de8f22c2efa0d79c64d8

É preciso adotar uma nova abordagem em tempos de crise

É cada vez mais corriqueiro encontrar empresários reclamando dos excessivos esforços que eles precisam empreender para que seus negócios sobrevivam à atual conjuntura econômica do país. E quase todos destacam um outro complicador: os clientes estão cada vez mais exigentes.

Também pudera. Em meio a demissões ocorridas nos mais diversos setores, inflação galopante e insegurança quanto ao futuro, o consumidor mudou seu comportamento. Se Leia Mais

Os malefícios do encastelamento

6ffa9b787ca7de8f22c2efa0d79c64d8

Alguns gestores vivem presos à sua sala sem saber o que acontece no mundo real.

Um dos problemas de gestão mais críticos e, surpreendentemente, menos discutidos na atualidade, é o encastelamento de líderes em todos os tipos de empresas. Dirigentes que vivem reclusos à sua sala de trabalho, acreditando que é possível guiar uma companhia, mesmo isolando-se de tudo e de todos.

Encastelar-se é criar um mundo à parte, no qual o líder vive preso ao conforto do escritório e contenta-se por “inspirar” objetos inanimados, como a mesa e as cadeiras que estão à frente dos olhos. Manter uma visão distorcida da realidade por ficar entocado, enquanto as coisas acontecem lá fora. Leia Mais

O que não fazer na hora de tomar decisões

Aprendemos muito sobre como fazer escolhas estudando os tipos de gestores que fracassam.

Quem está à frente de uma equipe, empresa ou projeto sabe que é muito angustiante ter de tomar decisões difíceis, ainda mais quando as opções disponíveis não o confortam a ponto de saber que uma delas realmente vai levá-lo ao resultado esperado.

Aliás, liderar é ter de tomar muitas decisões rotineiras de pouco impacto, algumas com reflexos medianos e outras pouquíssimas que são capazes de mudar os rumos da companhia e da própria carreira – para o bem ou para o mal. E são exatamente estas últimas que tornam o trabalho de dirigir uma empresa algo difícil. Leia Mais

Os cinco níveis de influência

Você já parou para pensar por que certas pessoas são mais ouvidas do que outras?

Alguns indivíduos são muito influentes. Conseguem magnetizar todos aqueles que estão ao seu redor por agirem com sutileza, criatividade e ainda conservarem uma grande disposição para escutar os pontos de vista de quem os percebia como adversários até minutos atrás e acaba de ser convencido do contrário. Leia Mais

A ética da desconfiança

Por Wellington Moreira

Muitas empresas ainda atendem seus clientes percebendo-os como inimigos.

No Brasil é fácil encontrar companhias que mantêm uma relação com seus clientes baseada naquilo que intitulo “ética da desconfiança”. Claro que temos ótimos exemplos de empresas que realmente procuram atender sua carteira da melhor forma possível, mas é indiscutível que muitas empresas ainda criam um monte de regras e procedimentos como se estivessem tratando de negócios com inimigos.

Você sabe que está passando por isso quando precisa solicitar o reparo de um produto novo que deu defeito e o atendente já começa fazendo perguntas agressivas que escancaram aquele tipo de Leia Mais

Como promover o engajamento das pessoas

É preciso que elas se sintam compromissadas racional e emocionalmente

Muitas empresas descobriram nesses últimos anos que precisam olhar com mais atenção para o seu modelo de Gestão de Pessoas, pois já não é raro bons profissionais pedirem demissão de uma hora para outra sem que elas saibam o porquê. Aliás, é dentro desse contexto que surgiram os famosos programas de retenção, que como o próprio nome diz, visam segurar, conter ou – se preferir – colocar uma coleira no colaborador, para que ele não vá embora. Leia Mais

Velhos símbolos de poder nas empresas

Wellington Moreira

Algumas empresas têm um discurso moderno de gestão, mas quase tudo nelas ainda comunica sua ânsia por controle.

Vagas privativas no estacionamento, restaurante exclusivo para a diretoria e mesas de madeira nobre que equipam a sala dos gerentes são apenas alguns dos símbolos de poder que definem quem faz parte da casta superior naquelas empresas que ainda estão presas ao velho modelo de gestão, conforme Owen (2011) nos lembra muito bem. Leia Mais