80% das pessoas ainda não declararam o Imposto de Renda

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Com o uso de um certificado digital, essa obrigação se

torna bem mais fácil, simples e segura

Quando você entra no site da Receita Federal a partir de um certificado digital, pode acessar diretamente o menu com o serviço Meu Imposto de Renda, que está disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). Com um certificado digital, toda a rotina de declarar o Imposto de Renda se torna mais fácil, informa Julio Cosentino, presidente da Associação Nacional da Certificação Digital (ANCD). “Além de fazer a declaração, é simples retificar eventuais erros e o cálculo de restituição ou imposto a pagar é automático”, diz ele.

Até o momento, faltando um mês para encerrar o prazo, 20% dos contribuintes já declararam o IR. Até o dia 26 de março último foram 5,6 milhões de declarações entregues, de um total de 28,8 milhões de contribuintes. “Aos que ainda têm dúvida sobre a eficiência do certificado digital, é importante informar que se pode, com ele, usar a declaração pré-preenchida, acompanhar o processamento da declaração, ver as informações sobre as fontes pagadoras”, diz Cosentino.

Segundo ele, tudo isso é benefício e evita erros muito comuns, como a omissão de um lançamento por esquecimento, por exemplo. “Sem contar que o uso do certificado digital permite acessar declarações de anos anteriores, fazer correções, tudo em ambiente digital e seguro”.

Até a meia noite dia 30 de abril, todos os que receberam em 2017 valores acima de R$ 28.559,70 ou receita agrícola superior a R$ 142.798,50, devem declarar. Outros que devem fazer a declaração do imposto de renda são os residentes no Brasil com rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, mas cuja soma foi superior a R$ 40 mil e os que obtiveram, em qualquer mês do ano passado, rendimento graças à alienação de bens e direitos. Nesse caso se enquadram aqueles que realizaram operações em bolsas de valores, por exemplo.

De acordo com o presidente da ANCD, é muito importante destacar que a o atraso na entrega acarreta multa de 1% do imposto devido por mês de atraso. Entre as novidades desde ano, a declaração de bens precisa ser bem mais completa, com número de registro de imóveis e automóveis. “Outra coisa que eu sempre gosto de alertar as pessoas é que antes de fazer a declaração tenham à mão todas os papéis e informações necessárias e, se tiverem dúvidas, optem sempre por acessar dados oficiais, consultando a Receita Federal”. Essa recomendação é importante, assim como o uso do certificado digital, diante do grande número de fraudadores que a todo momento tenta induzir as pessoas a caírem em suas armadilhas. “Evite ao máximo achar que é possível haver algum tipo de vantagem em relação aos demais contribuintes. As regras do Imposto de Renda são iguais para todas as pessoas”, adverte Cosentino.

Deixe uma resposta